Restrições de itens que podem ser levados a bordo – bagagem de mão

As mudanças nas normas de segurança para bagagens implantadas pela Anac (Agência de Aviação Civil) atendem determinação da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) para a proteção contra líquidos explosivos.
Passageiros de vôos internacionais ou que utilizarem o salão de embarque internacional podem transportar líquidos, incluindo gel e aerossol, apenas em frascos com capacidade de até 100 mililitros. Detalhe: todos os frascos devem ser acondicionados em uma embalagem transparente, completamente vedada, com capacidade máxima de um litro ou 20cmx20cm.
A alimentação que será consumida por bebês durante o vôo está liberada, desde que seja apresentada na inspeção do embarque, separada da bagagem de mão. Medicamentos em forma líquida serão permitidos mediante apresentação da prescrição médica.
A compra de bebidas ou perfumes nos aeroportos está autorizada apenas nas lojas (freeshops) que estejam localizadas depois do ponto de inspeção. No entanto, os recipientes devem permanecer lacrados da decolagem ao pouso da aeronave, com recibo de compra à mostra.
Confira, a seguir, o que levar em sua próxima viagem.

O QUE PODE SER LEVADO A BORDO

- Sobretudo, casaco ou manta
- Guarda-chuva ou bengala
- Frasqueira ou bolsa
- Livros e revistas em quantidade razoável para leitura de viagem
- Máquina fotográfica, filmadora e/ou binóculos
- Berço portátil e alimentos de bebê para a viagem
- Cadeira de rodas desmontável, par de muletas, aparelho ortopédico ou prótese, desde que o passageiro seja dependente deles

O QUE NÃO PODE SER LEVADO A BORDO

- Qualquer tipo de arma ou réplica de arma
- Objetos pontiagudos ou cortantes ou objetos de ponta arredondada que podem de ser usados para causar ferimentos
- Substâncias explosivas ou inflamáveis, químicas ou tóxicas que possam pôr em risco a integridade física dos passageiros e tripulantes ou a segurança da aeronave

ITENS TOLERADOS PARA TRANSPORTES

- Bebidas alcoólicas, desde que limitadas em cinco volumes de, no máximo, um litro, devidamente lacradas e de teor alcoólico inferior a 70%
- Equipamentos eletrônicos em geral devem ser transportados na bagagem de mão (computadores portáteis serão inspecionados separadamente)
- Aparelhos de barbear, tesouras arredondadas com comprimento inferior a 6 cm, lixa de unha metálica com comprimento inferior a 6 cm e sem ponta perfurante ou aresta cortante
- Isqueiro com gás ou fluido, na quantidade máxima de um por pessoa
Atenção: em vôos internacionais, alguns desses itens não são permitidos, pois dependem das normas do país de destino. Informe-se com antecedência
Na hora de fazer as malas, muita gente tem dúvida de como transportar medicamentos e cosméticos no avião.
Em vôos domésticos: remédios e cosméticos são permitidos na bagagem de mão, se transportados em frascos de até 500 ml ou 500g, respeitando o limite de quatro frascos por passageiro. Se optar por despachar esses itens, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) recomenda que sejam embalados em um saco plástico. Para medicamentos de uso restrito, como insulina ou remédios de tarja preta, tenha a receita à mão. Já nos casos de comprimidos de uso corriqueiro, a receita não é necessária.
Em vôos internacionais: não é autorizado o transporte de frascos com capacidade superior a 100 ml, mesmo que não estejam completamente cheios. Tanto para a bagagem de mão quanto para as malas despachadas, líquidos, géis e pastas devem ter suas embalagens vedadas com um saco plástico transparente. No total, é permitido ao viajante carregar até um litro, mas o conteúdo deve ser dividido em recipientes de até 20 cm x 20 cm. Algumas substâncias podem ser proibidas no país para o qual está viajando, por isso, não se esqueça de consultar a agência de turismo e a companhia aérea sobre possíveis restrições.

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.